terça-feira, 12 de março de 2013

O trabalho do futuro

A revista INFO de Fevereiro/2013 traz na capa uma reportagem muito interessante, cujo título é "O trabalho do futuro". "Não existe mais chefe. Cada um decide em que projeto que entrar. O horário é livre e ir ao escritório é opcional. Novas ideias e atitude valem mais do que um diploma". Em várias empresas, isso já é realidade, pode acreditar. A matéria completa é simplesmente fantástica, e vou destacar abaixo alguns trechos interessantes.

Trechos da matéria de Alessandra Lariu
"O Vale do Silício cria formas criativas para segurar os talentos. Elas vão de bônus para tirar férias até bebida e cinema grátis. Lá, a cada cano que o profissional troca de empresa, sua vida fica mais interessante. Não apenas pelo salário mais robusto, mas também pelas regalias que as companhias de tecnologia oferecem. Empresas como Zynga, Google, Facebook, Evernote, não param de institucionalizar benefícios cada vez mais extravagantes para atrair os melhores profissionais do mercado. Na guerra entre os departamentos de recursos humanos, vale a criatividade para conquistar geeks talentosos. Videogames e refeições gratuitas são o mínimo que se pode esperar de empresas inovadoras como Google, Yahoo! e Facebook. Levar o cachorro para o trabalho, uma moda que começou com a Zynga, agora é padrão para a maioria das empresas high-techs. Regalias que afetam a vida familiar estão ficando cada vez mais populares. Serviços gratuitos de babá, de aconselhamento matrimonial e até de assistência para cuidar de pais idosos são alguns benefícios que os empregados que escolheram a Genentech e a Deloitte podem desfrutar como parte de seu contrato. Na empresa Evernote: bônus de mil dólares para férias "de verdade", ou seja, quando o empregado sai do país a turismo. O Facebook oferece serviço de lavanderia a todos os seus funcionários e o Google dá oferece  de cabelo de graça."

Trechos da matéria de Juliano Barreto e Marcus Vinícius Brasil
Na Netflix, as férias são flexíveis, sem limitação de tempo ou burocracia. Na Cisco, contratações são decididas em consenso. É comum também que os funcionários trabalhem em casa. Na empresa Vagas Tecnologia, que gerencia o portal vagas.com.br, não há chefes. As pessoas são livres para participar dos projetos que desejarem. Escritórios como os do Google e da produtora D3 provilegiam a qualidade de vida e a descontração dos funcionários. 

A melhor política de recursos humanos para empresas que desejam inovar no ambiente de trabalho é não ter política de recursos humanos. Essa á filosofia de companhias de tecnologia como a americana Netflix, a maior empresa de transmissão digital de filmes e séries do mundo.

Nos mercados aquecidos e com poucos especialistas disponíveis, como a programação de apps ou a análise de big data, muitas vezes são os candidatos que escolhem as empresas. Por isso, além de bons salários, é preciso entender as aspirações dos funcionários e oferecer benefícios criativos.

Dez maneiras criativas de segurar talentos

  • Airbnb: o site de locação de casas e quartos oferece 2 mil dólares ao ano para os funcionários viajarem; 
  • Ask.com: A empresa de buscas tem um "embaixador da diversão". Sua função: organizar festas;
  • Evernote: Especializada em organização pessoal, a empresa oferece férias ilimitadas com mil dólares de bônus; 
  • Dropbox: Novos funcionários do serviço de armazenamento na nuvem têm a opção de escolher a configuração do computador, sem limites para gastar; 
  • Facebook: Mark Zuckerberg premia com 4 mil dólares ao funcionários que acabam de ter um filho; 
  • Genentech: A empresa de biotecnologia oferece babás para os filhos, além de aconselhamento matrimonial e bolsas de estudo no valor de 10 mil dólares anual;
  • GetGlue: Os funcionários da rede social para filmes e programas de TV ganham ingressos gratuitos para cinema;
  • Google Brasil: O novo escritório em São Paulo tem sala de massagem, barraca de frutas frescas e restaurantes de várias especialidades;
  • Tumblr: Aulas de ioga e baladas temáticas após o expediente são opções de entretenimento para quem trabalha na rede de blogs;
  • Zynga: Pioneira ao permitir que os funcionários levem seus cachorros ao trabalho, a empresa de games oferece acupuntura e corte de cabelo.