segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Jardim Botânico, Rio de Janeiro

"O Jardim Botânico localiza-se no bairro de mesmo nome, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Uma das mais belas e bem preservadas áreas verdes da cidade, o Jardim Botânico é um exemplo da diversidade da flora brasileira e estrangeira. Nele podem ser observadas cerca de 6.500 espécies (algumas ameaçadas de extinção), distribuídas por uma área de 54 hectares, ao ar livre e em estufas..." (Wikipedia). Abaixo seguem algumas fotos que minha esposa e eu tiramos de lá. O lugar realmente é muito massa.

Rio de Janeiro, cidade maravilhosa!!

Parece clichê, mas é a frase que vem à cabeça, sem dúvida. Sou de Pernambuco e sei muito bem que a região litoral metropolitana em que vivo tem dezenas de qualidades e inclusive os moradores desta região gozam de muita beleza da cidade. Sem falar da alta gastronomia e de várias opções de lazer que temos. Mas o Rio tem algo mais, isso não posso negar. O principal objetivo desta postagem é compartilhar algumas fotos que minha esposa e eu tiramos de lá.



Imagine estar passeando numa grande avenida e de repente você se depara com uma imensa montanha verde. Imagine isto acontecendo várias vezes durante um percurso de apenas 30 minutos por dentro da cidade. Agora imagine estar passeando numa avenida beira mar e conseguir visualizar as pontas do litoral justamente porque as praias são como pequenas baías (Copacabana, Ipanema, Leblon e São Conrrado). Sem falar da própria baía de Guanabara, que estando lá você vê o Pão de Açúcar! Agora imagine ver tudo isso junto, lá de cima, ao lado do Cristo Redentor. Já imaginou sentir esta sensação? Maravilha. Cidade maravilhosa.

O que fizemos e recomendamos:

  • Jardim Botânico
  • Pão de Açúcar
  • Cristo Redentor (via trenzinho)
  • Café Colombo no Forte de Copacabana, no final da tarde
  • Praia Copacabana manhã e calçadão à tardezinha. (experimentar os famosos biscoitos Globo).
  • Passeio de carro para conhecer visualmente as belezas de Barra da Tijuca, São Conrado, Ipanema, Leblon
  • Shopping Rio Sul (Copacabana) e Downtown (Barra da Tijuca). Como Recife ainda não tem Outback, recomendamos aproveitar o Rio para comer o cebolão e as costelinhas.
  • Teatro no meio da semana
  • Quinta da Boa Vista e o museu que tem lá (acho que o Museu da Independência).
  • Zoo, que fica junto (atrás) da Quinta da Boa Vista.


O que queríamos fazer e não fizemos:

  • Lagoa Rodrigo de Freitas
  • Parque Lage
  • Angra dos Reis
  • Maracanã
  • Praia Leblon
  • Praia Ipanema


O que fizemos e não recomendamos:

  • Usar metrô para ir na Quinta da Boa Vista


Mini-mundo, Gramado

Na viagem que fiz a Gramado, minha esposa e eu fotografamos bastante um lugar chamado Mini-mundo. Próximo ao centro de Gramado, esta atração realmente chama atenção. É divertido e impressionante. Gostaria de registrar aqui neste blog algumas das fotos que tiramos. Abraço!

Gramado, Rio Grande do Sul: Um lugar mágico!

Gramado é uma cidade mágica, que nos faz sentir que estamos em eterna harmonia com a natureza, a simplicidade, o aconchego e a gastronomia. Quem mora nas grandes metrópoles do Brasil se impressiona com a educação dos motoristas e com as milhares de flores saudáveis convivendo com a urbanização organizada e preparada para o turismo.



Lago Negro, Aldeia do Papai Noel e Minu-mundo são imperdíveis. As lojas especializadas em chocolate e as casas de fondue, além de serem irresistíveis, dão um charme à cidade. A gastronomia em geral é uma mistura de cultura alemã com a italiana. Pela primeira vez comi um apfelstrudel, sobremesa alemã feita à base de macã.



Trata-se de uma viagem recomendadíssima. E olhe que nem estava na época do Natal. Imagine só ver toda aquela cidade iluminada de forma a se confundir com um Natal norte-americano ou europeu.

As fotos exibidas acima foram algumas das que tirei da cidade e dos parques que a circundam.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Vinhos encorpados e os atributos Tanino e Terroir

De acordo com Renato Machado, a principal característica que classifica um vinho como encorpado é o seu alto teor alcoólico. Outras características também podem ser analisadas, como textura e acidez. E já que estamos falando em outras características, eis aqui duas que são muito relevantes no mundo dos vinhos: Tanino e Terroir.

Tanino
O tanino é uma substância proveniente da casca da uva que confere ao vinho um sabor adstringente. Aquela sensação de amargor ou aspereza que muita gente descreve ao degustar um vinho é proveniente do tanino, basicamente encontrado nos vinhos tintos. Durante a degustação, ele surge pela sutil sensação de grãos de areia, algo que, em um bom vinho, não deve incomodar. Para mais bem avalia-lo, note o efeito que ele deixou. Vinhos equilibrados em tanino deixam um resultado macio, suave, aveludado. Os desequilibrados, “amarram” a boca e resultam em uma sensação mais grosseira, agressiva, no sabor.

Terroir
Entre os temas cruciais da enologia, o terroir talvez seja o que mais se destaca. Afinal, é dele que surgem os vinhos verdadeiramente marcantes. Basicamente ele pode ser definido com um conjunto de atributos do local onda as parreiras estão plantadas: composição do solo, microclima, insolação e topografia. Habitualmente, quanto mais fama determinada região tem, mais se exaltam às qualidades de seu terroir, que em alguns casos chega a ter conotação de “solo sagrado”.

Fonte: https://docs.google.com/open?id=0B4AFicEqZRjsem1zNGdIUEVNLXc

Como armazenar vinhos na minha adega?

Não à toa, as vinícolas reservem espaços subterrâneos para armazenar os vinhos. Eles são sensíveis à luz, calor, ruídos e cheiros fortes. Para preservar o precioso líquido é importante que a garrafa fique na posição horizontal (evitando a oxidação do vinho pelo ressecamento da rolha) e ocupe um lugar ventilado, com boa umidade e livre de grandes oscilações de temperatura (que deve ser entre 15ºC e 18ºC).

Fonte: https://docs.google.com/open?id=0B4AFicEqZRjsem1zNGdIUEVNLXc

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

A história dos games contada de uma forma bem diferente

Bombou na Web! Um grupo de universitários de Munique, na Alemanha, fez um vídeo para o curso de design de games que extrapolou os limites da sala de aula e virou sucesso instantâneo no site Vimeo. Trata-se de uma sequência sem cortes de um rapaz jogando videogame que mostra a evolução tecnológica dos jogos eletrônicos, consoles e até televisores. Começa com o pioneiro Tênis para dois, de 1958, jogado em um osciloscópio, e termina nos jogos em realidade 3-D. No meio do caminho, o estudante brinca com games da série Mario, da Nintendo, e consoles como o Mega Drive, da Sega. Teve 250 mil acessos.


Fonte: http://colunas.epoca.globo.com/bombounaweb/

Sensorconomy

O futuro das mídias móveis e da comunicação tende a mesclar o offline com o online, convergindo em realidade. Cada dispositivo móvel tende a ser uma unidade geradora de informações em tempo real, fazendo isto em alta qualidade, velocidade e praticidade.

Sensorconomy trata-se de uma economia e ecossistema alavancado pela diversidade de serviços e ferramentas disponíveis na Internet e nos dispositivos móveis. Espera-se que surjam novas empresas e modelos de negócio, tendo em vista a possibilidade de criação de novos sensores embutidos, um maior compartilhamento social das informações geradas, e surgimento serviços inteligentes capazes de quebrar barreiras sociais, como por exemplo tradução instantânea.

A ascensão do sensorconomy é evidenciada pelo crescimento exponencial de pessoas conectadas em redes socias através de da Internet e dos dispositivos móveis.

Fonte:
http://goo.gl/kM2dv | http://goo.gl/AxA5U | http://goo.gl/K8Cf9 | http://goo.gl/nQoRh

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Facebook: Qual a diferença entre perfil, página e grupo?

É complemente perceptível a invasão dos brasileiros no Facebook. Acredito que isto vem acontecendo pela quão atraente ela é, não apenas pela organização visual e pelas várias possibilidades de extensão (aplicativos, páginas, grupos, eventos, lembretes, fotos, vídeos, etc). Trata-se de uma rede social que pretende moldar o futuro da Internet, segundo seu criador. Tendo em vista o sucesso desta rede social no país, estou publicando este post a fim de esclarecer uma dúvida muito comum sobre seus recursos. Afinal, qual a diferença entre perfil, página e grupo? Bom, vamos lá!

  • Os perfis representam os indivíduos e devem ser mantidos sob um nome individual;

  • As páginas (ou fan  pages) só podem ser criadas para representar uma verdadeira organização, empresa, celebridade ou banda e só podem ser criadas por representantes oficiais dessas entidades. As Páginas permitem que as pessoas mantenham uma distinção pessoal ou profissional no Facebook. Se você for administrador de um grupo, o seu nome aparecerá nele, enquanto as Páginas nunca mostrarão os nomes de seus administradores.

  • Os grupos podem ser criados por qualquer pessoa e sobre qualquer assunto, como um espaço para que as pessoas compartilhem suas opiniões e interesses sobre este assunto. Os Grupos podem ser mantidos fechados ou secretos, enquanto as Páginas são destinadas a ajudar uma entidade a se comunicar publicamente.
Quando você executar várias ações em seu grupo, como uma publicação no Mural, estas ações aparecerão como vindas de você como um indivíduo. No entanto, se você publicar ou realizar outras ações em sua própria Página, ela irá aparecer como vinda da Página.

Os grupos normalmente são destinados a grupos menores de pessoas que você conhece pessoalmente e funções limitadoras entram em vigor quando os membros do grupo excedem um determinado número. As Páginas foram criadas para funcionar como um local para organizações, empresas, celebridades ou bandas se conectarem com usuários interessados em seu trabalho. Crie uma Página aqui: http://www.facebook.com/pages/create.php ou crie um grupo pelo link "Criar grupo" na navegação à esquerda da sua página inicial.

Fonte: http://www.facebook.com/help/?page=904&hloc=pt_BR

Dois textos pequenos que me fizeram refletir sobre qualidade de vida. Os textos são de Jorge Luis Borges e Bryan Dyson.

O objetivo desse post é compartilhar dois textos bem interessante, que certamente o levará a refletir sobre sua qualidade de vida. Os textos...